ESTREANTE NO UFC, MARKUS MALUKO É DOMINADO POR ANDERS E PERDE POR PONTOS

Por Agnaldo Rios 10/12/2017 - 13:05 hs

Markus Maluco mostrou movimentos diferentes e pareceu relaxado em sua estreia no Ultimate, mas não foi o suficiente para bater o duro Eryk Anders, que o dominou, principalmente no segundo e terceiro rounds, e venceu por decisão unânime (30-26, 30-25 e 29-28) na segunda luta do card principal do "UFC: Swanson x Ortega", pelo peso-médio (até 84kg) na madrugada deste sábado para domingo, em Fresno (EUA). O americano, que aumentou sua invencibilidade na carreira para 10 combates e vinha de vitória sobre Rafael Sapo, pediu outro brasileiro após o combate.

- Agora quero lutar contra Lyoto Machida, em fevereiro, no Brasil - disparou Anders, de olho em uma vaga no UFC Belém, marcado para 3 de fevereiro.

A luta

Maluko começou com um chute alto na guarda do rival. Anders rapidamente controlou o centro do octógono e tentou a queda, mas o brasileiro conseguiu defender e se desvencilhar. O americano seguiu na pressão, acertou um direto e voltou a colocar o oponente com as costas na grade. Maluko inverteu a posição, entrou no double leg, tirou o americano do chão e o colocou com as costas no colo. Rapidamente ele partiu para o triângulo de mão, mas não ajustou a pegada, perdeu a posição e o duelo voltou a ficar de pé. Anders jogou golpes no vazio, e o brasileiro sorriu após se esquivar. O americano acertou um gancho na linha de cintura, um direto de direita, escapou de uma cotovelada giratória e pegou as costas, mas Markus se livrou e caminhou de lado provocando o rival. Anders foi para cima e sofreu outra queda no último segundo do round.

Anders voltou para o segundo assalto tentando se impor. Os golpes de esquerda entraram no rosto do brasileiro, que tentou surpreender com um chute dando um salto mortal para a frente, fazendo jus ao apelido, mas não levou perigo ao oponente. A torcida vibrou, e Markus pediu mais gritos. Anders conectou combinação de uppercut e cruzado, mas Maluko absorveu bem. O americano encontrou bem a distância e um direto de esquerda chegou a derrubar Markus Maluko. O brasileiro voltou a receber golpes duros, mas tentou dois golpes rodados sem sucesso. Anders manteve o ritmo forte e, após Maluko se desequilibrar, foi para o solo e trabalhou o ground and pound até o cronômetro zerar.

Não demorou para Anders colocar Maluko para baixo no início do terceiro assalto. O brasileiro conseguiu se levantar, mas recebeu golpes duros. Ele trocou joelhadas com o rival e acabou parando no chão novamente. Markus travou o pescoço do oponente, mas o americano se livrou, estabilizando a posição para golpear. Consciente de que tinha clara vantagem no confronto, Anders controlou o brasileiro sem se expor, administrando uma vitória indiscutível.

Benito Lopez mantém invencibilidade em luta empolgante

O card principal começou me grande estilo em Fresno. Benito Lopez venceu Albert Morales por decisão unânime (30-27, 29-28 e 29-28) em um combate com diversos momentos eletrizantes na trocação. O lutador alcançou seu nono triunfo em nove lutas na carreira e deixou boa impressão na sua estreia dentro da companhia. Morales perdeu a segunda seguida e a terceira em seus últimos quatro compromissos e fica em situação delicada na organização.

Holtzman bate Horcher por decisão unânime

Pelo peso-leve, Scott Holtzman teve atuação sólida para bater Darrel Horcher por decisão unânime (triplo 30-27), pelo peso-leve (até 70kg). Este foi seu segundo resultado positivo consecutivo dentro do Ultimate e o 11º na carreira em 13 confrontos disputados. Horcher perdeu a segunda no UFC em três lutas, sendo a primeira delas na estreia, contra Khabib Nurmagomedov.