TRE: BIOMETRIA VALERÁ PARA 2018 MESMO QUE META DE 80% NÃO SEJA ALCANÇADA

Por Agnaldo Rios 13/01/2018 - 05:37 hs

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) informou nesta sexta-feira (12) que a homologação do recadastramento biométrico não será vinculada à meta estabelecida pela Corte para o procedimento, de 80%. O comunicado foi emitido após circular nas redes sociais a informação de que caso o TRE não conseguisse bater a meta, o recadastramento seria cancelado.

“O esclarecimento ocorre em resposta a mensagens falsas que, desde o início da semana, estão sendo divulgadas por meio das redes sociais com a informação equivocada de que “caso o procedimento não atinja 80% do eleitorado, a biometria não será válida para as Eleições 2018”, afirma o TRE em nota.

Em uma das mensagens, que está sendo divulgada pelo Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário da Bahia (Sindijufe-Bahia), além da informação sobre o cancelamento do recadastramento, a data final do procedimento como 9 de maio - na verdade, o prazo termina no dia 31 de janeiro.  De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral, 60% dos eleitores soteropolitanos já cadastraram seus dados biométricos segundo informações do Bahia Notícias.

“Conforme o Eleitoral, no entanto, a biometria continua sendo obrigatória para as eleições do próximo mês de outubro e não deverá haver prorrogação do prazo, conforme vem sendo afirmado reiteradas vezes pela Presidência do Órgão. Os eleitores que não atenderem a convocação da Justiça Eleitoral até 31 de janeiro terão seus títulos cancelados”, afirma o TRE. Até agora, cerca de 800 mil eleitores correm o risco de ter seus títulos cancelados.