APÓS DOIS DIAS, INDÍGENAS DESOCUPAM FAZENDA DA FAMÍLIA DE GEDDEL NA BAHIA

Por Agnaldo Rios 27/12/2017 - 13:27 hs

Os indígenas que ocupavam há dois dias uma fazenda que pertence à família do ex-ministro Geddel Vieira Lima, na cidade de Itapetinga, no sudoeste da Bahia, deixaram a propriedade, na manhã desta quarta-feira (27). Ninguém foi preso. As informações foram divulgadas ao G1 pela Polícia Militar.

Conforme a PM, os indígenas deixaram o local após negociação entre as lideranças do grupo e policiais militares. A saída foi pacífica, segundo a polícia. De acordo com a PM, durante os dois dias em que esteve na fazenda, o grupo matou um boi, mas não danificou a propriedade.

A Fazenda Esmeralda, localizada na zona rural de Itapetinga, estava ocupada desde o final da tarde da segunda-feira (25). O grupo expulsou os funcionários e tomou a propriedade. Os índios afirmam que a terra é sagrada e querem a demarcação da área.

Em setembro deste ano, a propriedade de Itapetinga já havia sido ocupada. No mesmo período, uma outra fazenda da família, localizada na cidade de Potiraguá, no sudoeste da Bahia, também foi ocupada. Indígenas e integrantes do Movimento Livre da Terra participaram da ação.

As propriedades foram desocupadas em 6 de outubro. Oficiais da Justiça cumpriram mandado de reintegração de posse, acompanhados de forças militares. Contudo, a reintegração também ocorreu de forma pacífica.G1 Ba